4

Uma amizade que nos magoa demais. Que diz algo a nosso respeito que nao pensamos ouvir de ninguem. Penso que nao tenho inimigos. Nem mesmo as pessoas que possam nao simpatizar comigo, deve existir, talvez, nem essas me dizem tais coisas.

Compreendo que por feitio, personalidade constituida pela vida atribulada possa fazer com que tome certas atitudes. Evocar raiva, magoar como resposta como maneira de sair o stress. Posso realmente compreender uma vez ou outra. O problema é que ja foram vezes demais.

Bipolaridade é uma explicaçao. Sei que é uma doença genérica, por isso pode estar ai o motivo. Uma pessoa bipolar pode ser a mais querida num dia, super amiga e meiga. Num outro dia ter  uma raiva de quem lhe rodeia que magoa todos os poros dessas pessoa.

Pergunto me ate que ponto uma verdadeira amizade aguenta!?

Nao sei...

A minha personalidade nao parece que va deixar que o tempo volte a tras. Porque ja tentou, ja deixou um pouco e de volta veio dorida. Ja nao consigo ver os bons momentos e os bons actos sem o meu cerebro nao se recordar automaticamente dos maus episodios. Conhecendo me sei que a muralha fechou e nunca mais falarei de mim, nunca mais direi uma palavra que nao ocasional, nunca mais mostrarei os meus mais profundos estados de espirito. A barreira existe e nao sairá.

Por muitos motivos, sejam eles quais forem, se tenha para as atitudes, mesmo motivos de saude metal, o coraçao tem boa memoria.

publicado por sandra às 17:29 | comentar | favorito
tags: