61

 

 

 

Detesto que me chamam de querida, linda e coisas do género.

Até pode por algumas vezes ser com carinho e tal, ok ok. 

Quando sinto que não me soa a sinseridade  fico logo indisposta. Hoje deparei me com uma situação assim, sempre tão querida.. tão "plástica" que não se parecia nada bem... mas claro que se dá o beneficío da dúvida. O tempo vai passando, as reações vão mudando consoante a necessidade quem têm de continuar com esses papéis. Entretanto zás... descobre se a mascára e o verdadeiro interesse.  Parasse de brincar as bonecas e joga se a batalha da vida, mas  soldados e armas bem reais. Já tantas vezes me apercebo disto que já nao fz moça ( faz por uns minutos, pronto). Logo eu que sempre adorei teatro.. tinha que vir a detestar máscaras.

 

 

publicado por sandra às 16:06 | favorito